APRESENTAÇÃO E SINOPSE

O espetáculo solo, que parte do livro infantil escrito pela atriz e diretora Deborah Finocchiaro, propõe uma brincadeira com o alfabeto de forma poética e lúdica. Através de elementos simples que se transformam sob o olhar do público, bailamos com as letras e as palavras, reconhecendo seus formatos e sonoridades, aproximando-as do universo das crianças através de imagens, música ao vivo e manipulação de objetos.

Baile das Letrinhas estimula e exalta a imaginação, o prazer de aprender e o autodesenvolvimento, valorizando o respeito às diferenças e à autenticidade. Conscientiza e provoca a reflexão sobre a diversidade e unicidade de cada indivíduo, que, assim como as letrinhas – que só formam palavras por serem diferentes umas das outras -, tem seu valor único e intransferível.

Por sua versatilidade, o espetáculo poderá ser apresentado tanto em palcos como em espaços alternativos, salas de aula e de multiuso.

O livro Baile das Letrinhas teve seu lançamento, em julho de 2022, na Casa de Cultura Mario Quintana em Porto Alegre, alegrando, envolvendo e emocionando um público de crianças e adultos de diferentes idades. Em novembro de 2022, aconteceu a sessão de autógrafos na 68ª Feira do Livro de Porto Alegre, após as apresentações da peça que tiveram suas duas sessões lotadas.

 

Duração: 40 minutos / Classificação: livre

FICHA TÉCNICA

Texto, músicas e atuação: Deborah Finocchiaro

Concepção: Deborah Finocchiaro e Júlia Ludwig

Direção: Júlia Ludwig

Construção de Formas Animadas, Cenografia e Orientação de Manipulação: Paulo Martins Fontes e Eduardo Custódio

Boneco de Luva: Rodrigo Hernández Sandoval

Figurino: Renan Vilas

Iluminação: Leandro Roos Pires

Trilha Sonora: Rafael David

Social Media: Gabrielle Gazapina

Fotos: Fernanda Chemale

Parceria Cultural: Cia Circular

Produção e Realização: Companhia de Solos & Bem Acompanhados

ALGUMAS CRÍTICAS E COMENTÁRIOS

A letra fria é da lei. As letrinhas deste belo trabalho de Deborah Finocchiaro são quentes, começando pelo carinhoso diminutivo, tão aconchegante. Vamos abraçar estas letrinhas, a autora, os atores e as atrizes, o editor, os leitores e os espectadores, todos os que trouxeram o livro à adaptação, sempre sabedores de que somos poucos no povo do livro, mas temos força…
Deonísio da Silva, da Academia das Ciências de Lisboa, escritor – agosto de 2022

BREVES CURRÍCULOS

Sobre a atriz e a Companhia

Deborah Finocchiaro é multiartista, estreou no teatro em 1985. Bacharel em Interpretação Teatral no DAD / UFRGS (1992), já participou de centenas de trabalhos como atriz no teatro, cinema e televisão. É também diretora, locutora, produtora, apresentadora, roteirista e ministrante. Ao longo de sua carreira, recebeu 36 prêmios, entre eles 9 de Melhor Espetáculo, 20 de Melhor Atriz, 2 de Melhor Direção, 1 de Melhor Texto Adaptado, 1 de Melhor Roteiro e 3 como Melhor Artista de Teatro.

Em 1993 criou a Companhia de Solos & Bem Acompanhados – um dos núcleos de criação cênica mais atuantes do Rio Grande do Sul, que se caracteriza por sua versatilidade, escolha de temas que estimulam a reflexão e o pensamento crítico e a mescla de diferentes linguagens. Em sua trajetória reuniu mais de 300 artistas e grupos de diferentes áreas e cidades brasileiras, atingiu mais de 500.000 pessoas através de seus espetáculos, oficinas e performances. Já percorreu mais de 80 cidades no Rio Grande do Sul, 18 estados brasileiros, Uruguai e Argentina, participando de temporadas, projetos, mostras e festivais nacionais e
internacionais. Tem em seu repertório inúmeras obras, entre elas os espetáculos teatrais “Pois é, Vizinha…” (1993), “Sobre Anjos & Grilos – O Universo de Mario Quintana” (2006), “Caio do Céu” (2017), “Diário Secreto de Uma Secretária Bilíngue” (2019), a peça infantil, a partir do seu livro lançado pela Editora Bestiário, “Baile das Letrinhas” (2022), além de audiovisuais, saraus, performances e shows.

Em 2014 foi a artista homenageada do 21º Festival Internacional de Teatro Porto Alegre Em Cena, ganhando a biografia “A Arte Transformadora”, escrita pelo jornalista Luiz Gonzaga Lopes, que integra o 5º volume da coleção Gaúchos Em Cena. Em 2020 foi tema do documentário “Deborah! O Ato da Casa”, longa-metragem produzido de forma remota durante a quarentena, direção Luiz Alberto Cassol (2020).

 

Sobre a diretora

Júlia Ludwig é diretora, atriz e professora de teatro. Idealizadora da Cia Circular e diretora do Bloco da Laje, desenvolve projetos tanto em palcos quanto em espaços públicos urbanos. A composição dramatúrgica, especialmente de mulheres e crianças, permeia seu trabalho como encenadora e professora: proponente do projeto Solos Férteis, dirigiu solos autorais femininos de Dedy Ricardo, Maria Falkembach, Renata de Lélis e atua em Solo Fértil: Canção para o Povo em Pé. Atualmente desenvolve o podcast “Bendita Sois Voz” ao lado de Luciane Panisson e é professora da A_Barca, Escola Aberta de Teatro. Premiada como Melhor Diretora do Festival da Cidade do Rio de Janeiro em 2011 por “Tempografia”. Como professora foi premiada como Melhor Orientação, Melhor Roteiro Original, Melhor Sonoplastia e Melhor Espetáculo no 6° Festival de
Teatro Escolar de Canela em 2003, por “Brincadeira no Escuro”, em sua primeira experiência como diretora.

NECESSIDADES TÉCNICAS

Iluminação:
09 PC
03 Fresnel
03 Elipsoidal 50°
01 Console com no mínimo 12 Canais de rack
01 Extensão e ponto de energia no meio do palco
01 Máquina de Fumaça DMX com ventilador (controle da cabine).
(responsável técnico Leandro Roos Pires – leroospires@gmail.com – 51 99670.1615)

 

Sonorização:
01 Microfone de lapela sem fio Sennheiser ou Shure
01 D.I. (direct box) para violão
01 Mesa de som com entrada XLR e no mínimo 4 canais
02 Cabos P10 longos
(responsável técnico de som – Rafael David – rdavidalves@gmail.com – 51 99943.8023)

 

Transporte (cenário e equipe): Dependendo da distância, transporte aéreo ou carro para transporte de cenário e equipe de 04 pessoas (não incluindo motorista): 01 atriz, 01 produtor, 01 técnico de luz, 01 técnico de som. Obs.: Se for preciso, poderão viajar apenas 03 pessoas.

 

Estadia e Alimentação: Para 04 pessoas (não incluindo o motorista) – Rooming list: 02 single e 01 duplo

 

Montagem: 4h / Desmontagem: 40 minutos

 

OBS: Em espaços pequenos e dependendo do número de espectadores, o espetáculo poderá ser realizado sem o uso de microfone, com violão acústico e sem iluminação específica, nesse caso não será necessário levar os técnicos.

IMPRENSA

[EM CONSTRUÇÃO]

Baile das Letrinhas - Feira do Livro de Porto Alegre - nov2022

FOTOS

Foto - Fernanda Chemale
Foto - Fernanda Chemale
Foto - Fernanda Chemale
Foto - Fernanda Chemale
Foto - Fernanda Chemale
Foto - Fernanda Chemale

Acompanhe o espetáculo Baile das Letrinhas nas Redes Sociais: